In Sem categoria

A animação deu o tom da festa do Sindifico – Por Marcos Linhares

Para celebrar os 29 anos de criação da carreira Auditoria de Controle Interno do DF,  o Sindifico realizou sua tradicional festa de fim-de-ano  no Espaço Porto Vittoria, no dia 24 de novembro.  O evento, cujo traje foi à fantasia, premiou as três mais bem elaboradas e a fantasia mais original.

No clima da festa

A deputada distrital Celina Leão, como sempre, prestigiou a celebração e salientou a importância do trabalho dos servidores das carreiras típicas de estado. “Num ano tão complexo como este, poder contar com o preparo e o compromisso da carreira dos auditores de controle interno muito nos conforta. E é ótimo também poder vir a encontros informais como os propiciados pelo Sindifico, onde podemos relaxar um pouco das tensões e conversar com os amigos”, disse a parlamentar.

Para o Controlador-Geral do Distrito Federal, Henrique Ziller, a festa da entidade sindical já está no calendário da Controladoria. “Mas celebramos mais ainda a postura serena do Sindicato ao tratar das questões salariais. Nesse sentido, avalio que o Sindifico destaca-se das diversas carreiras de servidores públicos em função da sobriedade na conduta de negociações e por não entrar em contradição com os acertos firmados”, frisou.

Um dos mais animados da festa, o Controlador-Geral Adjunto, Marcos Tadeu de Andrade, destacou que Controle Interno do DF se desdobrou, avançando muito em ações e nas capacitações realizadas. “Nosso projeto de gestão de riscos e o trabalho de consultoria da CGDF na implantação em órgãos da administração pública do DF, como o realizado na Fundação Hemocentro de Brasília, tem recebido o devido reconhecimento”, pontuou.

Ele ainda observou que muito tem se avançado também por meio da parceria constante com o Sindifico. “Estivemos este ano no Conaci, em Manaus (AM), e lá pudemos mostrar muitas de nossas realizações. O presidente e a vice do Sindicato, Jaran de Brito e Elaine Elesbão, têm tido muito mérito em apoiar nossas iniciativas em prol dos servidores e ao mesmo tempo, sempre manter uma postura coerente quanto ao diálogo profícuo em relação às reivindicações dos servidores”, apontou o Controlador-Geral Adjunto.
O subcontrolador de controle interno da CGDF, Lúcio Carlos de Pinho Filho, enfatizou e agradeceu pelo trabalho do Sindicato na convocação dos novatos. “Os concursados que foram chamados têm a consciência da importância e do engajamento do Sindifico para que fossem chamados. É um papel, aparentemente silencioso, mas extremamente importante, fruto de maturidade política e do bom senso na condução de diálogos com o governo”, alegou.

Para o secretário de Fazenda do Distrito Federal, Wilson José de Paula, é muito bom estar na festa de uma carreira que prima pelo respeito à responsabilidade fiscal. “Aproveito a oportunidade para ressaltar o excelente trabalho do Sindifico. Jaran e Elaine têm se esmerado na condução de negociações importantes para a carreira. Eles tiveram papel decisivo na negociação que levou a convocação de aprovados no último concurso”, afirmou.

De volta à ativa

O auditor de controle interno, Pedro Rufino do Rego, que aposentou-se mas que voltou à ativa a convite do GDF, enalteceu a festa e a possibilidade de poder passar aos novos servidores um pouco de sua vasta experiência. “Aqui na festa encontrei com os que já assumiram assim como os que estão à espera. Como é bom poder trocar experiências e renovar o ânimo de nossa atividade laboral”, revelou.

Vida nova

Um desses novos servidores presentes na celebração era Sílvio Gonzaga Filho, que assumiu em 23 de novembro. “Esta é a segunda festa do Sindifico que participo. Na do ano passado vim como convidado. Estou muito satisfeito e reconheço o empenho do Sindicato em nos ajudar para concretizar nosso sonho, assim como em poder melhorar os resultados do controle interno do DF, que há muito anda com necessidade de servidores para o trabalho. Aqui temos uma grande família!”, exclamou.

Ganhadores do Concurso

Edgard Francis Lemos trajando “Posto Ipiranga”, ganhou R$ 700 pela fantasia mais original. Já Silvio Vieira, caracterizado de “Coringa”, levou o prêmio de R$ 1 mil pela melhor fantasia. Trajando ” a morte”, Erasmo Silva levou o segundo lugar e fez jus a R$ 500. E finalmente, em terceiro lugar, Mateus Rodarte ganhou R$ 300 com a fantasia ˜Robin”.

Silvio Vieira estava exultante e declarou que “a brincadeira emociona também quando premia˜.

Clique aqui e acesse o registro fotográfico da animação da Festa.

 

Comments are closed.