In Clipping

Altos e baixos do Real tiveram como consequência desigualdade de salários

Nas duas décadas e meia de existência da moeda aumentou diferença salarial entre a elite do funcionalismo público e a parcela mais pobre da população

É sentado em uma cadeira de plástico atrás do balcão que João Batista, 58 anos, reflete sobre as pouco mais de duas décadas que se passaram desde que ele ergueu o estabelecimento, comprado ainda em 1994 para fundar o primeiro mercado da região que tempos depois viria a ser a Cidade Estrutural. Fundado quatro meses depois da implementação do real, o comércio parece ter caído em um limbo durante esse período. O letreiro quase totalmente apagado na porta de entrada e a caixa registradora com a tecnologia ainda daquele ano são apenas alguns detalhes de que o mercado carrega vestígios de uma época em que todo o país acreditava ser possível construir um futuro melhor, graças à nova moeda.

 

, ,

Comments are closed.