In Clipping

BC quer empréstimos e transferências em moeda estrangeira por fintechs

Conta em dólares para pessoas físicas no país, porém, ainda está distante. Proposta para desburocratizar mercado de câmbio vai ao Congresso

O Projeto de Lei enviado pelo Banco Central ao Congresso nesta segunda-feira (07/10/2019) para desburocratizar o mercado de câmbio abrirá espaço para que fintechs (empresas virtuais que oferecem serviços financeiros) possam fazer operações de câmbio e de transferências internacionais de valores.

As autorizações não estão explícitas no texto, mas poderão ser regulamentadas após aprovação do texto no Parlamento, segundo o diretor de Regulação da instituição, Otavio Damaso. Com esse serviço regulamentado, ainda segundo o diretor, empresas internacionais que trabalham com esse tipo de transferência – entre pessoas físicas – com taxas bem menores que as dos bancos poderão entrar no mercado brasileiro.

Isso será possível – e facilitado – porque essas fintechs não precisarão estar associadas a bancos para fazer essas operações. Não há prazo para que isso ocorra porque é preciso primeiro que o PL seja aprovado pelos congressistas para depois se falar em regulamentação.

Fonte: Metrópoles

 

, , , ,

Comments are closed.