In Clipping

Coronavírus abala mercados e pode derrubar crescimento econômico da China

Banco Central anuncia leilão de US$ 3 bilhões para conter volatilidade do dólar, que subiu 0,92% nesta quinta-feira (30/1) e bateu em R$ 4,26, devido ao nervosismo global. Epidemia pode cortar crescimento da China para 4%, um duro golpe para as exportações brasileiras
O mercado financeiro enfrentou mais um dia de nervosismo com o avanço do coronavírus, que partiu da China e já chegou a 18 nações. Analistas começaram a cortar previsões para a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) da potência asiática, enquanto autoridades restringem viagens e bloqueiam cidades, e empresas suspendem suas operações naquele país. Especialistas calculam que o ritmo de crescimento da economia chinesa deve recuar para 4% neste ano, patamar que poderia levar a uma recessão técnica — quando o PIB recua por dois trimestres consecutivos. O Brasil, como um dos principais parceiros comerciais da China, é um dos que mais sofrerá com a desaceleração, uma vez que é grande exportador de commodities para o mercado chinês, principalmente minério de ferro, soja e carne.

Fonte: Correio Braziliense

 

, ,

Comments are closed.