In Temas em debate

Economia do DF cresceu 1,2% no ano passado, em comparação a 2012

b8481c15a18d81a6d9913c8306965c55_XS

Desempenho local é puxado pelo setor de Serviços, que representa 93% da atividade produtiva

A atividade econômica no Distrito Federal cresceu 1,2% em 2013, na comparação com o ano anterior, segundo o Índice de Desempenho Econômico do Distrito Federal (Idecon-DF), divulgado nesta quinta-feira (20) pela Codeplan. Esse mesmo percentual de crescimento (1,2%) foi registrado no quarto trimestre de 2013, na comparação com igual período de 2012.

No cálculo do Idecon-DF, o setor Serviços representa 93,20% de toda a atividade econômica e determina o resultado geral do desempenho local. Apresentou variação positiva de 1,1% no quarto trimestre de 2013, em relação ao mesmo período de 2012, e de 1,2% no acumulado de 2013, em comparação ao ano anterior.

Em 2013, o comércio local, que participa com, aproximadamente, 6,5% do desempenho total, evoluiu 2,5%, na comparação com o ano anterior, mesmo patamar do índice registrado para o Brasil. O volume de vendas no DF cresceu 2,8%, e a receita nominal, 9,6%.

Os indicadores dos três primeiros trimestres de 2013 foram revisados pelo Núcleo de Contas Regionais da Codeplan, passando a apresentar variação positiva de 1,0%, 1,7% e 1,0%, respectivamente. Esses ajustes ocorrem quando da incorporação de informações até então não disponibilizadas por uma ou outra fonte primária e cujo dado não figurava como estimativa.

“Mesmo crescendo em ritmo mais lento, abaixo do esperado, a economia local se manteve positiva ao longo do ano passado. Para 2014, em função da Copa do Mundo, quando o turismo e o transporte, por exemplo, devem apresentar resultados bem superiores na comparação com 2013, a expectativa é que o crescimento seja maior em relação ao ano passado”, afirmou Sandra Regina Andrade, coordenadora do Núcleo de Contas Regionais.

Os resultados do DF, no entanto, ficaram abaixo da variação do PIB trimestral registrado pelo IBGE para o Brasil, quando foram computados crescimentos de 1,9% no último trimestre e de 2,3% no acumulado do ano de 2013.

Confira aqui a íntegra do Idecon.

(Fonte: df.gov.br)

Comments are closed.